Câncer Pacreático

O câncer de pâncreas, considerado o mais difícil do mundo, é algo que nos preocupa muito, já que a estimativa é de que, em até 2020, 480 mil novos casos sejam diagnosticados globalmente, inclusive com taxa de sobrevida ainda muito baixa, segundo dados da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer.

Mas antes é importante falarmos que o pâncreas é uma glândula do sistema digestivo e endócrino situada atrás do estômago, entre o intestino e o baço, que tem como finalidade produzir enzimas para a digestão e metabolismo de nutrientes além da produzir hormônios importantes como a insulina e o glucacon, reguladores dos açúcares.

Dor abdominal súbita, amarelamento dos olhos e da pele, diarreia com gordura nas fezes, perda de peso, náuseas e vômitos, diabetes recente e problemas digestivos são alguns dos sintomas que podem acender o alerta para câncer de pâncreas. A causa geralmente é desconhecida, mas existem, sim, fatores de risco que devem ser levados em consideração como é o caso do histórico familiar, pancreatite (crônica ou hereditária), obesidade e tabagismo.

O tratamento é cirúrgico e varia de acordo com o estágio da doença e condições do paciente. Importante frisar que se for diagnosticado cedo, o câncer de pâncreas pode ser melhor tratado, então a visita ao médico é essencial.

 Marcelo Gonçalves, Cirurgião do Aparelho Digestivo

CRM 5438